Bula do Calmasyn

Cifarma Científica Farmacêutica Ltda

Qual a composição Calmasyn?

CALMASYN Solução Oral:
Cada mL de Solução Oral de CALMASYN contém:
Extrato seco de Passiflora incarnata L.....37,84 mg
(padronizado em 1,4 mg (3,7%) de flavonoides totais expressos em vitexina)
Excipientes q.s.p.....1 mL
(metilparabeno, propilparabeno, propilenoglicol, sucralose, sorbitol, glicerol, aroma idêntico ao natural de maracujá e água purificada).

Para que Calmasyn é indicado?

CALMASYN é indicado para o tratamento da ansiedade leve, como estados de irritabilidade, agitação nervosa, tratamento de insônia e desordens de ansiedade.

Como Calmasyn funciona?

CALMASYN atua no sistema nervoso central produzindo efeito sedativo e prolongando o período de sono.

Quando não devo usar Calmasyn?

Pacientes com histórico de hipersensibilidade ao extrato de Passiflora incarnata L. ou a outros componentes da fórmula não devem usar este produto. Em caso de hipersensibilidade ao produto, recomenda-se descontinuar o uso e consultar o médico.
Este produto não deve ser utilizado junto a bebidas alcoólicas, face à potencialização dos seus efeitos.
Também não deve ser associado a outros medicamentos com efeito sedativo, hipnótico e anti-histamínico.

Este produto é contraindicado para menores de 12 anos.
Mulheres grávidas ou amamentando não devem utilizar este produto, já que não há estudos que possam garantir a segurança nessas situações.

O que devo saber antes de usar Calmasyn?

Em casos de hipersensibilidade ao produto, recomenda-se descontinuar o uso e consultar o médico.
Não ingerir doses maiores do que as recomendadas.
Este produto não deverá ser utilizado junto a bebidas alcoólicas, face à potencialização dos seus efeitos.
Crianças menores de 12 anos não devem usar este produto sem orientação médica
Pode ocorrer sonolência durante o tratamento. Neste caso, o paciente não deverá dirigir veículos ou operar máquinas, já que a habilidade e atenção podem ficar reduzidas.

CALMASYN potencializa os efeitos sedativos do pentobarbital e hexobarbital, aumentando o tempo de sono de pacientes.
Há indícios de que as cumarinas presentes na espécie vegetal apresentam ação anticoagulante potencial e possivelmente interagem com varfarina, porém não há estudos conclusivos a respeito.
O uso de CALMASYN junto a drogas inibidoras da monoamino oxidase (isocarboxazida, fenelzina e tranilcipromina) pode provocar efeito aditivo.
Caso os sintomas persistam ou piorem, ou apareçam reações indesejadas não descritas na embalagem ou no folheto informativo, interrompa seu uso e procure orientação do profissional de saúde.
Se você utiliza medicamentos de uso contínuo, busque orientação de profissional de saúde antes de utilizar este produto.
Este produto não deve ser utilizado por período superior ao indicado, ou continuamente, a não ser por orientação de profissionais de saúde.
Informe ao profissional de saúde todas as plantas medicinais e fitoterápicos que estiver tomando. Interações podem ocorrer entre produtos e plantas medicinais e mesmo entre duas plantas medicinais quando administradas ao mesmo tempo.

Onde, como e por quanto tempo posso guardar Calmasyn?

CALMASYN deve ser conservado em temperatura ambiente (entre 15°C e 30°C). Proteger da luz e da umidade.
Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.
Não use produto com o prazo de validade vencido.
Para sua segurança, guarde-o produto em sua embalagem original.
Após aberto válido por 3 dias.
CALMASYN se apresenta na forma de solução oral límpida a levemente turva, de coloração caramelo e com odor característico de maracujá.
Antes de usar, observe o aspecto do produto. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.
Este produto deve ser mantido fora do alcance das crianças.

Como devo usar Calmasyn?

USO ORAL/USO INTERNO.
CALMASYN Solução Oral:
Ingerir 10 mL da solução, 3 a 8 vezes ao dia (de 42 mg a 112 mg de flavonoides totais expressos em vitexina).
Os produtos tradicionais fitoterápicos não devem ser administrados pelas vias injetável e oftálmica.

O que devo fazer quando eu me esquecer de usar Calmasyn?

Caso haja esquecimento da ingestão de uma dose deste produto, retomar a posologia sem a necessidade de suplementação. Utilizar apenas a via oral.
Em caso de dúvidas, procure orientação de profissional de saúde.

Quais os males que Calmasyn pode causar?

A frequência de ocorrência dos efeitos indesejáveis não é conhecida.
Nas doses recomendadas, não são conhecidos efeitos adversos ao CALMASYN. Raramente podem ocorrer reações adversas como náuseas, vômitos, dor de cabeça e taquicardia. Doses excessivas poderão provocar sedação prolongada e estados de sonolência.
Informe ao seu profissional de saúde o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do produto.
Informe também à empresa através de sua central de atendimento ao consumidor (CAC).
Em casos de eventos adversos, notifique pelo Sistema VigiMed, disponível no Portal da ANVISA.

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior que a indicada para Calmasyn?

Alguns dos sintomas de superdosagem são sedação, diminuição da atenção e dos reflexos.
Em caso de superdosagem, suspender o uso e procurar orientação médica de imediato.
Em caso de uso de grande quantidade deste produto, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou folheto informativo, se possível.
Em caso de intoxicação ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações sobre como proceder.

Cadastre-se e receba nossas novidades por e-mail