Logo Farmaindex
Logo Farmaindex

Bula do ADVANTAN

Qual a composição ADVANTAN?

Cada g de Advantan® creme contém 1 mg (0,1%) de aceponato de metilprednisolona.
Excipientes: oleato de decila, monoestearato de glicerila, álcool cetoestearílico, cera dura, triglicerídeos esteárico-mirístico-cáprico-caprílico, estearato de polioxila, glicerol, edetato dissódico, álcool benzílico, butilidroxitolueno e água purificada.

Para que ADVANTAN é indicado?

Advantan® (aceponato de metilprednisolona) creme é indicado para o tratamento de dermatite atópica (doença crônica que causa inflamação da pele, como eczema endógeno e neurodermatite), eczema de contato (doença de pele causada por agentes externos), eczema vulgar, eczema degenerativo, eczema disidrótico (localizado em mãos e pés) e eczema em crianças.

Como ADVANTAN funciona?

Advantan® (aceponato de metilprednisolona) creme contém um corticosteroide, o aceponato de metilprednisolona, para utilização tópica no tratamento de doenças dermatológicas (da pele). Após aplicação tópica, Advantan® (aceponato de metilprednisolina) diminui as reações alérgicas e inflamatórias da pele, assim como reações associadas à hiperproliferação, proporcionando diminuição da vermelhidão, inchaço, exsudação (eliminação de líquidos), coceira, ardor e dor. Converse com o seu médico para obter mais esclarecimentos sobre o produto e sua utilização.

Quando não devo usar ADVANTAN?

A aplicação do produto é contraindicada na presença de processos tuberculosos ou sifilíticos na região a ser tratada, doenças causadas por vírus (por exemplo, catapora, herpes zoster), rosácea (doença vascular inflamatória crônica), dermatite perioral (erupção vermelha ao redor da boca), úlceras (feridas), acne vulgar (espinha), doenças atróficas de pele (doenças que deixam a pele mais fina), reações na pele pós-vacinação na região a ser tratada e alergia à substância ativa ou a qualquer um dos componentes do produto.

O que devo saber antes de usar ADVANTAN?

→ Precauções
O uso de tratamento específico adicional é necessário no caso de doenças da pele infeccionadas por bactérias e/ou por fungos.
Se ocorrer ressecamento excessivo da pele durante o uso de Advantan® (aceponato de metilprednisolona) creme, fale com seu médico.
Ao utilizar o produto, deve-se ter cuidado para que o produto não entre em contato com os olhos, feridas profundas abertas e mucosas.
A aplicação tópica de corticosteroides em grandes superfícies do corpo ou durante períodos prolongados, em particular sob oclusão, aumenta significativamente o risco de reações adversas no organismo como um todo. Observar que o uso de fraldas pode representar condição oclusiva.
Pode ocorrer glaucoma em usuários de corticoides tópicos, por exemplo, após aplicação de doses elevadas ou em áreas extensas por período prolongado, uso de curativo fechado ou aplicação sobre a pele ao redor dos olhos.
Dois componentes da formulação de Advantan® (aceponato de metilprednisolona) creme (álcool cetoestearílico e butilidroxitolueno) podem causar reações na pele (por exemplo, dermatite de contato). O butilidroxitolueno também pode causar irritação nos olhos e membranas mucosas.

→ Gravidez e lactação
A utilização do produto deve ser cuidadosamente avaliada pelo médico durante a gravidez e a amamentação.
De modo geral, deve-se evitar o uso de formulações tópicas contendo corticoides durante os primeiros 3 meses de gravidez, estudos epidemiológicos sugerem possibilidade de aumento de risco de fendas palatinas em recém-nascidos de mulheres que foram tratadas com glicocorticosteroides durante esse período da gravidez.
Mulheres grávidas ou que estejam amamentando devem evitar o tratamento de áreas extensas, uso por período prolongado e curativos fechados.
Não se deve aplicar o produto sobre as mamas em mulheres que estejam amamentando.

“Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.”

→ Efeitos sobre a habilidade de dirigir ou operar máquinas
Advantan® (aceponato de metilprednisolona) creme não exerce influência sobre a habilidade de dirigir e operar máquinas.

→ Interações medicamentosas
Não são conhecidas até o momento.

“Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.”
“Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para sua saúde.”

Onde, como e por quanto tempo posso guardar ADVANTAN?

O medicamento deve ser mantido em temperatura ambiente (entre 15°C e 30°C).
“Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.”
“Não use medicamento com prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.”
Advantan® (aceponato de metilprednisolona) creme apresenta-se como um creme branco a amarelado e opaco.
“Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.”
“Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.”

Como devo usar ADVANTAN?

Advantan® (aceponato de metilprednisolona) destina-se apenas ao uso externo (na pele).
Salvo recomendação médica em contrário, aplicar uma camada fina do creme uma vez ao dia nas regiões afetadas.
De modo geral, a duração do tratamento não deve exceder 12 semanas em adultos e 4 semanas em crianças.
Não é necessário ajuste de dose quando Advantan® (aceponato de metilprednisolona) creme é administrado a crianças e adolescentes.
Evite o contato do produto com os olhos, feridas profundas abertas e mucosas.

“Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.”

O que devo fazer quando eu me esquecer de usar ADVANTAN?

Se esquecer de utilizar o medicamento, aplicar o creme de Advantan® (aceponato de metilprednisolona) o mais rápido possível. A dose normalmente aplicada por administração não dever ser alterada.

“Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgiãodentista.”

Quais os males que ADVANTAN pode causar?

Em estudos clínicos, entre as reações adversas observadas mais frequentemente incluem-se queimação e coceira no local da aplicação.
A seguir estão descritas as reações adversas que podem ocorrer com o uso do produto de acordo com sua frequência de ocorrência.

- Reações frequentes (mais do que 1 em cada 100 pessoas podem apresentar; menos de 1 em cada 10 pessoas pode apresentar): queimação no local de aplicação, coceira no local de aplicação.

- Pouco frequente (mais do que 1 em cada 1.000 pessoas podem apresentar; menos que 1 em cada 100 pessoas pode apresentar): ressecamento do local de aplicação, vermelhidão no local de aplicação, bolhas no local de aplicação, foliculite no local de aplicação, erupção no local de aplicação, formigamento no local de aplicação, alergia ao medicamento.

- Raro (mais do que 1 em cada 10.000 pacientes podem apresentar; menos do que 1 em cada 1.000 pacientes pode apresentar): celulite no local da aplicação, inchaço no local de aplicação, irritação no local de aplicação, piodermite (infecção da pele causada por bactérias), rachaduras na pele, formação de pequenos vasos superificiais na pele (telangiectasia), atrofia da pele, infecção da pele causada por fungos, acne (espinha). Como ocorre com outros medicamentos contendo corticoides para aplicação tópica, as seguintes reações adversas podem ocorrer: atrofia da pele, estrias na pele, foliculite no local da aplicação, aumento da quantidade de pêlos (hipertricose), formação de pequenos vasos superficiais na pele (telangiectasia), dermatite perioral, descoloração da pele e reações alérgicas da pele a qualquer um dos componentes da formulação. Efeitos sobre o organismo como um todo devido à absorção podem ocorrer quando formulações tópicas contendo corticoides são aplicadas.

“Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento”.

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior que a indicada para ADVANTAN?

Os resultados de estudos de toxicidade aguda com aceponato de metilprednisolona não indicaram qualquer risco de intoxicação aguda após uma única aplicação tópica de uma superdose (aplicação sobre uma área extensa sob condições favoráveis de absorção) ou ingestão oral inadvertida.

“Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível. Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.”

Cadastre-se e receba nossas novidades por e-mail